Rss Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Estado laico, ônibus não

    18 de julho de 2007

    Nada mais irritante do que acordar pra trabalhar, pegar o ônibus da viação SulFlu e ser obrigado a ir ouvindo, durante todo o percurso até minha labuta diária (do vale), os pastores evangélicos de uma rádio evangélica escolhida por um motorista evangélico. Nada contra os evangélicos, que só ouvem música evangélica, de rádios evangélicas, que só casam com evangélicos, e só compram de evangélicos, mas como diz o título desse comentário, o estado é laico, ou seja, vivemos numa democracia religiosa pelo menos no papel. E por isso quero exercer essa liberdade religiosa em todos os lugares, seja no caminho pro trabalho, seja em casa, na rua, onde for.

    Não sou obrigado a ouvir: “Você precisa orar irmã” (assim mesmo no feminino) ou “Tem que sacrificar irmã”. O ônibus é público, e como tal, deve respeitar o público. Será que o motorista acha que assim estará convertendo alguém? Até pode ser, pela técnica repetitiva da lavagem cerebral (e até nisso a liberdade não é respeitada). Quem sabe algum filho de Deus de um vereador crie uma lei proibindo essa proibição que me fazem de ir pro trabalho sem poder escolher se quero ouvir o sermão de um pastor tentando me convencer a “orar”. A paz do Senhor a todos!
    | |


  2. 4 comentários:

    1. Felipe Cruz disse...

      Eu levo meu mp3 player para todos os lugares. :)

    2. inton.. nada adequa �s novas tecnologias.. comprei recentemente um mp3 para esses momentos de "viagem" que sempre fa�o de casa pr� qq outro lugar da cidade.. mas acabo de descobrir q vou ter q voltar a "aturar" algumas pessoas q tentam nos evangelizar a marra, � q naum pode entrar com mp3 na usina =(
      mas migoo.. tem vezes q um serm�o religioso no caminho para o trabalho � bem melhor q aqueles funks tenebrosos ao final do dia (qdo se tem a imensa vontade de encostar no banquinho duro e cochilar um pequeno instante)..
      a Paz!!

    3. Thais Torres disse...

      Gabriel,
      Não resisti e publiquei a entrevista lá no Sorrisos.
      Boa noite!
      Bjos ; )

    4. Liu disse...

      por isso que comprei um cel que tem mp3, agora faço como o felipe cruz e levo meu mp3 pra todos os lugares.
      quando eu perdia o beatriz, que passa uns 3 minutos depois de eu sair do trampo, pegava o padre josimo... O motorista sempre deixava na rádio evangélica e quase sempre tinha um 'irmão' ou 'irmã' inflamado pela fé protestante, que ficava cantando (leia-se desafinando) as músicas, ou, o que era pior, quando era um 'momento de cura e libertação', parecia liberar o protestante dentro de grande parte dos passageiros, que começavam a discutir religião e falar das graças alcançadas após dobrar o valor do dízimo de suas igrejas...
      ;D
      beijooo